MEU ORGULHO É SER BRASILEIRO APESAR DE TUDO !

MEU ORGULHO É SER BRASILEIRO APESAR DE TUDO !
Meu Brasil Grande e Potente!!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

POR QUÊ...




Por que tem que ser assim,
As pessoas que você ama,
Dificilmente disto sabem,
Não tomam conhecimento .

Ou mesmo não te entendem...
Fazem pré- julgamentos,
Sem ao menos analisarem ,
O que você faz,
Ou, o que pretendeu...

C lassificam - no ,
Colocam nomes ,
Ou mesmo te pré rotulam,
Com jargões pré - concebidos...

Outras que se dizem amigas,
Toma-no por idiota,atalham- no o caminho,
Entornam coisas malucas,
Como cardos ou espinhos,
Em meio à tua passagem...

Mas,quando você as enfrenta,
E mostra o seu valor,
Espantam-se!
Ficam tensas,
E mostram o seu furor!

Todos os seres humanos,
Tem sentimentos à mostra...
As vezes eles afloram,brotam,
E destacam-se uns mais que outros...

Pessoas gentis,que antes eram servis,
Quando tomam o poder,mudam!
Mostram que no seu interior,
São verdadeiros monstros,
E por vezes, imbecis...

Outros que por serem de paz,
E, de modo algum audazes...
Ao longo do tempo,
Demonstram-se de bem,
E,muito mais capazes!

Outras que dizem te amar,
Mas mesmo sem saber ,
Do que é certo ou real,
Por apenas um imaginar,
Te supõe ,sempre do mal...

O mundo é mesmo assim,
Isto não acaba aqui,
Mas se lutarmos por mudar,
Algo sei por nossa insistência,
Poderemos e vamos influir...

Eu luto por minha vitória,
Participo de batalhas ,
E , as vezes sem muito êxito,
As batalhas são difíceis
E mesmo sem ter muitas armas...

Tenho a maior....
E mais poderosa arma!
Tenho a arma da fé,
Que no final ,
conquistarei, a vitória !
Fanal e triunfal ,
junto com meu amor...


Dely T. Damaceno
Dez.2009







Shimon Goldwyn
Publicado no Recanto das Letras em 15/12/2009
Código do texto: T1978722

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

MORENA




Ah morena...linda...

Esta me despertando calafrios...

teu olhar misterioso,

provoca-me delirios,


Chego a sonhar com teus labios,

Tomando de você um beijo,

E quando de você me aproximo,

Mais aumenta meus desejos...

Como gostaria de conhecer-te,

E teus misterios desvendar,

Olhar dentro de seus olhos,

Assim perto ,e dizer:

Eu quero sim te amar...


Shimon goldwyn


2008,janeiro

Shimon Goldwyn

Publicado no Recanto das Letras em 17/12/2009
Código do texto: T1982311

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

POR TRÁS DE UM BELO SORRISO...





Por trás de um belo sorriso,
Muitas coisas podemos encontrar,
A beleza do paraíso, puro lindo,
Com todos os seus encantos...
Ou as profundezas de um abismo,
Onde se escondem , sorrateiros ,
Duros sinistros , misteriosos...
Ou mesmo falsos ,mentirosos,
Os mais duros prantos...
Disfarçados de beleza,soturna,
A alma negra se impõe ,
Disfarça a lúgubre maldade,
Na suave da brisa noturna....
Como uma viúva negra ,
Envolve com seu amor...
Loucos de paixão os machos ,
Se rendem aos seus caprichos...
Perdem seu rumo,seu prumo...
E prendem-se em seu colo lindo,
Caçados em sua teia infalivel ,
Como insetos no seu nicho...
O amor, os deixa cegados,
Mas como bobos,
Miseras presas,admirados,
Caem , de amor,inebriados ....
Pois , o que mais os enfeitiça ,
São os seus beijos de hera...
Que com sua magia sutil,
Conquista até o mais viril ,
A seu bel prazer...
Como uma sereia ,
Que com suave canto ,
Faz o marinheiro experiente,
No mar ,e para o mar ,do amor...
Se entregar e Nêle,se perder....

Dely Thadeu Damaceno

(Shimon Goldwyn)

visitem:http://www.encontrodepoetaseamigos.ning.com
http://www.recantodossonhadores.blogspot.com

Shimon Goldwyn

Publicado no Recanto das Letras em 17/12/2009
Código do texto: T1982310

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

HOMEM MADURO








Deste homem eu sei falar,
Pois dele há como lembrar,
Sou representante desta casta,
Que sinto quase extinguir .
Eu agora vou te falar,
E, se possível mostrar...
Embora de corpo não jovem,
É uma pessoa que vais amar...
Seus carinhos e toque gentil,

Sabe falar, ser suave,
Sem desespero ,
Com extrema paciência,
Derrama sua experiência sutil...
Conquistada ao longo da vida.

Desde o início de sua existência,
Desfila amor em sua lida...
Beija, acaricia com esmero ,
É romântico,
À moda antiga...

T em o tempero certo.
Ao cuidar de sua amada,
Transporta-a à altas emoções...
Devagar conquista seu amor,

Reacende o calor no coração.
Mas sempre é simples em seu falar,
Pois quem ele é , já se basta...
Pois a seu amor,trata de sofisticado,
Por seu modo superior,
Pois o que mais tem de sofisticado,

Seu modo nobre de conquista.
Pois o valor dado a sua amada,
Não há nada que se possa comparar...
E se alguém duvida,
Ponha à prova esta criatura,
Tão doce de se amar...

Dely Thadeu Damaceno
( Shimon Goldwyn)
Dez.2009
Shimon Goldwyn
Publicado no Recanto das Letras em 15/12/2009
Código do texto: T1978732

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Puedo escribir los versos... Neruda




Puedo escribir los versos más tristes esta noche.
Escribir, por ejemplo: “La noche está estrellada,
y tiritan, azules, los astros, a lo lejos”.
El viento de la noche gira en el cielo y canta.
Puedo escribir los versos más tristes esta noche.
Yo la quise, y a veces ella también mi quiso.
En las noches como ésta la tuve entre mis brazos.
La besé tantas veces bajo el cielo infinito.
Ella me quiso, a veces yo también la queria.
Cómo no haber amado sus grandes ojos fijos.
Puedo escribir los versos más tristes esta noche.
Pensar que no la tengo. Sentir que la he perdido.
Oír la noche inmensa, más inmensa sin ella.
Y el verso cae al alma como al pasto el rocio.
Qué importa que mi amor no pudiera guardala.
La noche está estrellada y ella no está conmigo.
Eso es todo. A lo lejos alguien canta. A lo lejos.
Mi alma no se contenta com haberla perdido.
Como para acercala mi mirada la busca.
Mi corazón la busca, y ella no está conmigo.
La misma noche que hace blanquear los mismos árboles.
Nosotros, los de entonces, ya no somos los mismos.
Ya no la quiero, es cierto, pero cuánto la quise.
Mi voz buscaba el viento para tocar su oído.
De otro. Será de otro. Como antes de mis besos.
Su voz, su cuerpo claro. Sus ojos infinitos.
Ya no la quiero, es cierto, pero tal vez la quiero.
Es tan corto el amor, y es tan largo el olvido.
Porque en noches como ésta la tuve entre mis brazos,
mi alma no se contenta com haberla perdido.
Aunque éste sea el último dolor que ella me causa,
Y éstos sean los últimos versos que yo le escribo.

Pablo Neruda
Citado por:Dely Thadeu Damaceno
Shimon Goldwyn

O amor é grande( O tamanho do Amor)




O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar.
O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar.
O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar.

Carlos Drummond de Andrade

Citado por :

DelyT.Damaceno,

Nunca Cultives Coisas Absolutas!




Fernando Pessoa


Nunca cultives coisas absolutas, como a castidade absoluta ou a sobriedade absoluta: a maior força de vontade é a do homem que gosta de beber e se abstém de beber muito e não a daquele que não bebe de todo. O movimento antialcoólico é um dos maiores inimigos da vontade própria e do desenvolvimento da vontade. Castrar um homem «controlará» certamente os seus impulsos sexuais. Castrar a sua alma também fará o mesmo. A dificuldade é abster-se.
Deves criar um desejo de beber e de fumar e então fumar e beber moderadamente. Graças a este método, não só desenvolverás a tua vontade decisivamente, obrigando-a a impor limites aos teus impulsos, que é a função própria da vontade (e não a eliminação dos impulsos), mas também extrairás o maior prazer possível de beber ou de fumar, pois a Natureza concebeu as coisas de um modo tal que o maior prazer vem depois do maior poder, a temperança, e o sinal da normalidade é este.

Fernando Pessoa, in 'Reflexões Pessoais'

Citado por :

Dely Damaceno